Sargento Pereira Junior sugere Moção de Repúdio à Secretaria Municipal de Saúde

a

O vereador Sargento Pereira Júnior (PSL) discursou na manhã de segunda-feira (09.nov.2015) sobre a situação em que se encontra a Secretaria Municipal de Saúde. O parlamentar criticou algumas ações da pasta durante seu pronunciamento, e sugeriu uma Moção de Repúdio.

“Quero repudiar uma atitude do secretário Luiz Carlos Teixeira. Eu concedi uma entrevista semana passada à Radio São Francisco sobre alguns pontos que poderiam ser melhorados. Eu falei sobre o diálogo entre o Legislativo e o Executivo. Mas o secretário disse que o vereador Sargento Pereira Junior estava colocando empecilhos na realização de concurso público, e que havia atrasado sua realização. Isso não é verdade. Quando ele diz que o vereador atrapalhou o concurso público,ele diz que a Câmara Municipal foi obstáculo no andamento do concurso”, comentou.

O parlamentar disse que tem plena consciência dos prazos que um projeto de lei pode transitar. “Tenho plena consciência de que temos 45 dias para deliberar um documento, e nós sempre votamos antes deste prazo. A Moção de Repúdio é para que ele respeite nosso trabalho. Não sei se será assinada pelos outros pares, mas um poder público não pode interferir no outro. A população merece”, declarou.

Sargento Pereira Junior disse que já elogiou o trabalho do secretário Luiz Carlos Teixeira em outras oportunidades. “Já parabenizei inúmeras vezes, que esteja claro isso. Posso citar um caso. Semana passada liguei em 33 postos de saúde solicitando a realização de curativo em um paciente, e todos não puderam atender, pois não havia material necessário. Fui pesquisar e descobri que os medicamentos estavam na Farmácia Central, que deveria distribuir esse material. Como a população vai saber onde ir? O diretor da farmácia disse que não possui um controle. Estou cobrando desde 2013. Não está funcionando. E a culpa é do secretário ou do Prefeito João Gomes. Mas quem paga é a população, que está sofrendo”, declarou.

Sargento Pereira Junior convidou os vereadores para conferir sua denúncia. “Solicito que meus pares venham averiguar tudo o que eu disse. Vamos hoje mesmo ver o que a população tem enfrentado. Não estamos aqui para defender políticos, e sim, nossa população”, concluiu.

Leave a Reply

Your email address will not be published.